sábado, 4 de outubro de 2008

Tangled Yoke Cardigan

Primeiro eu comprei a lã, e como todos os novelos que eu compro, passei um tempo só olhando prá eles e admirando a cor, a textura, a qualidade. Eu sou apaixonada pelos meus novelos: leio os rótulos, sinto a maciez passando-os no meu rosto, experimento possíveis combinações entre eles, enfim passo algumas horas curtindo o novelo em si, sua cor, sua forma. Depois enrolo cada um em papel de seda - como um ninho para cada um ( detalhe: a cor do papel de seda combina com a cor do novelo) e o guardo na gaveta de lãs. Ah, a gaveta de lãs! Que delícia que é abrir aquela gaveta e ir abrindo os ninhos e encher os olhos com as cores!

Depois eu pesquiso qual receita vou usar para aquela lã. Aí são muitas horas na internet, folheando as minhas revistas e os livros até encontrar a receita que combine essas 3 características: 1) tem que ser bem escrita e detalhada; 2) tem que apresentar um desafio (uma técnica nova, um ponto diferente); 3) tem que ter estilo.

Nessa fase, eu decidi fazer com minha Rowan Felted Tweed azul-marinho, o Tangled Yoke Cardigan, pois: 1) a receita é toda detalhada, descrita carreira a carreira, com fotos e ilustrações; 2) o ponto da barra é inusitado, a trança é horizontal e, praticamente não tem costura nenhuma; 3) o modelo é um clássico com um toque moderno.

Tricotar esta receita está sendo uma delícia. Recomendo!

Um comentário:

Giovana disse...

Que cardigan lindo como faço pra conseguir essa receita?
giomathos@gmail.com