segunda-feira, 6 de outubro de 2008

BSJ - o retorno! capítulo 5

O BSJ da Lais está, mais uma vez, sendo recomeçado. Não desanimemos!! Toda tricoteira sabe que um projeto exige uma boa dose de paciência e dedicação. Lais desmanchou mais uma vez o BSJ pois verificamos que o fio que ela estava usando (Bombom da Círculo) era muito grosso e o casaquinho de bebê estava ficando tão grande que ia acabar servindo na mãe do bebê...!!! 53 cm de um braço a outro!

Então, compramos outro fio, mais fino. Como ela queria usar as mesmas cores, encontramos o fio Família, da Pingouin (cor 4303) e o fio Nina, da Pingouin (cor 1411) - este num tom mais escuro do que o da Bombom.
Ela está na 1a. carreira, vejam só:

5 comentários:

Renata S. P. disse...

Ai, tadinha da Lais.... mas acontece né. No fio desejo (pingouin) você também encontra essas mesmas cores (rosa e lilás). É um fio de toque mais macio que o família.

Beijos!

Anônimo disse...

Passei para dar um oizinho e ver suas artes.
Beijoca.
Nilda.
http://meucantin5.blogspot.com/

Maria goretti disse...

Oi Cláudia
Estou pegando carona no BSJ,tenho um gráfico mas nunquinha consegui entender,mas agora,ora ,agora estou conseguindo graças as sua orientações,então obrigadão estou ansiosa pelos próximos passos.Perguntinha essa parte que estamos fazendo é a decima ou debaixo?

Bjs

VANIA FONSECA disse...

OI,ADOREI SEU BLOG.EU QUERO HA MUITO TEMPO FAZER UM BSJ,MAS AINDA ESTOU ENGATINHANDO NO "INGLES TRICOTAL"...ENTAO,GOSTARIA DE SABER,SE EU COMECAR UM BSJ JUTO COM VCS,VAMOS TERMINA-LO???ESTOU MUITO ANSIOSA PARA FAZE-LO.POSSO CONTAR COM A AJUDA DE VCS?POR FAVOR...BEIJOCAS E FIQUE BEM.

A Tecelã disse...

Caras Claudia e Lais, ainda bem que conheci voces!
Já faz uns 6 meses ando atras de alguem que generosamente se dispusesse a me orientar nessa empreitada de fazer esse casaquinho maluco e pelo qual me apaixonei perdidamente.
Muitas pessoas me deram a mão, a receita (3 diferentes!), incentivo mas era um fazer-desmanchar que minhas amigas tricoteiras me chamavam de Penépole, por tecer e desmanchar, sem parar.
Agora que encontrei com voces e com suas infindaveis paciencias, vi que não sou a toupeira que imaginei que fosse e que posso e vou fazer esse casaco lindo e doido, hehehe.
Estou seguindo voces e não desistirei nunca, como boa brasileira.