terça-feira, 5 de abril de 2005

Receita imperdível

Muita coisa a gente faz
Seguindo o caminho que o mundo traçou
Seguindo a cartilha que alguém ensinou
Seguindo a receita da vida normal
Mas o que é vida afinal?
Será que é fazer o que o mestre mandou?
É comer o pão que o diabo amassou
Perdendo da vida o que tem de melhor...

Não sigo mais o caminho que o mundo traçou, não leio a cartilha alheia tampouco dou ouvidos ao que é considerado aconselhável ou normal. Cansei de perder da vida o que ela tem de melhor.
Para alguns é revolta... para mim é felicidade!

E por falar em felicidade, descobri que adoro fazer crochê. Estou fazendo a bolsa que está aí embaixo... o crochê permite que a gente modifique o trabalho com mais liberdade, parece argila que voce molda como quer. Já estou pensando em muitas bolsas coloridas, divertidas!

Receita de uma vida nem um pouco normal e por isso mesmo feliz: Uma boa quantidade de lãs coloridas, uma agulha de crochê, música da boa, uma garrafa de vinho e o mais importante: o homem que eu amo por perto ... ah! ninguém me segura!

3 comentários:

caliope disse...

boa sorte para o trabalho...continua :)

Solange disse...

Falando em 'ninguém me segura', você já viu isto aqui?:
É nois na fita :D

Claudia disse...

Caliope,
Obrigada pelo incentivo!

Solange,
PUTZ! Não tinha visto não... muito legal!
E nóis na fita!! ... mana!
;-*